Eleições acirradas nos EUA

maio 14, 2008 at 12:40 pm (Artigo)

As eleições dos EUA está muito atípica, primeiro porque mesmo não sabendo quem concorrerá a presidente pelo partido democrata, têm uma mulher, Hillary Clinton e um negro, Barrack Obama, na liderança. E no lado republicano John Mccain um “ Republicano democrata” como os jornais estão falando. Nessa eleições, definitivamente ,não se sabem quem irá ganhar.

 

Existem várias especulações sobre quem será o novo presidente dos EUA, em uma pesquisa realizada pelo instituto ‘Washington Post’-ABC News diz que Obama será o novo presidente do país, A pesquisa mostrou que dos democratas entrevistados 63% acreditam que ele tem mais chance de ganhar a disputa com John Mcain, contra 31% de Hillary. No entanto, a mesma pesquisa realizada em Fevereiro apontou Hillary como a preferida com 47%.

 

Uma outra pesquisa simulou uma votação a presidência entre Hillary e Mccain, e aponta o republicano como ganhador com 48% das intenções de voto contra 45% da democrata. Já contra Obama o senador republicano fica atrás com 44% contra 47% do democrata.

 

Todas essas pesquisas mostram que o povo americano ainda está indeciso na escolha do novo chefe da Casa Branca. E ainda a pesquisa pode ter de dois a três pontos para mais ou para menos de erro.Nas eleições dentro do P artido Democrata o Senador Obama está na frente mas para se declara candidato a presidência  ainda precisa de alguns delegados.

Com essa forte imprecisão de quem pode ser o novo presidente os artistas estão tomando posição e incentivando seus públicos a irem às urnas. Alguns apresentadores de TV como Oprah Winfrey, a apresentadora mais influente nos EUA, declarou seu apoio à campanha de Barrack Obama em seu programa.

 

 Mas na minha opinião, mesmo com o apoio dos artistas as eleições vão além, assuntos muito discutidos nos EUA nos últimos anos serão os grandes aliados dos candidatos, assuntos como a Guerra do Iraque, liberação de Dióxido de Carbono , Imigração e economia são alguns  assuntos de grande divisão no país e provavelmente terão muita força para eleger o novo presidente. Não basta ser popular entre os influentes, os candidatos terão que apresentar propostas e serem convincentes

Anúncios

Link permanente Deixe um comentário